Ontem um sonho, hoje realidade :: Obrigada senhor

Há muito tempo sonhava com essa vida de agora. Quem nunca desejou ter alguem que te ama, que você dá bem com essa pessoa, tem quase os mesmos gostos, as mesmas visões. Vocês se compreendem, se amam loucamente e todo dia regam a plantinha de amor, para que assim o amor jamais morra entre vocês. Quem nunca sonhou em poder compartilhar o teto junto com essa pessoa, dormir abraçadinho todos os dias, compartilhar amor e carinho, alegria e tristezas? E ainda por cima quem nunca sonhou na aprovação de toda a familia pelo casal? Quem nunca sonhou em ser independete, ter um emrego, fazer uma faculdade... Tudo isso era apenas um sonho para mim. Um sonho, que hoje está sendo realidade. Às vezes me perco, às vezes nao acredito que meus sonhos sairam do meu pensamento em passe de mágica. Às vezes me sinto longe de mim, bem distante, não acreditando que eu mereço tudo isso. E por isso começo a estressar, a procurar meu eu... E vem aquela vontade louca de sumir, de voar... Depois desse sentimento ameaçador, eu consigo me achar e vejo o quão mal agradecia eu sou... Acho que ainda não me acostumei a colher rosas no meu jardim.
Sim! Rosas sem espinhos... Você já viu alguma? É muitíssimo raro colhe-las... Por isso que estou estranhando, estou com medo de que os espinhos apareçam nelas de novo... Mas nada mais do que a confiança acima de tudo. Portanto, eu encho os pulmões agora e aqui sentada, erto da sacada do meu apartamento olhando para o céu, encho meus pulmões de ar e grito: OBRIGADA SENHOR.  Obrigada por sempre ter estado comigo, por sempre ter me guiado no caminho certo. Obrigada por não ter deixado eu escutar os maus conselhos e ter feito com que eu sempre faça a coisa certa. Obrigada por ter colocado boas pessoas no meu caminho que me ajudaram tanto e ainda ajudam, por ter escutado meu pedido e realizado o mesmo. Obrigada por me ensinar coisas positivas com meus erros. Obrigada por proteger sempre minha família de todo o mal. Peço-lhe sempre que esteja comigo iluminando meu caminho e me desviando de todos os espinhos que querem me antingir. Obrigada!
E por isso torno a cantar:


Obrigado Senhor

Escondido tu estás, nos verdes das florestas
Nas aves em festa, no sol a brilhar
Na sombra que abriga, na brisa amiga
Na fonte que corre, ligeira a cantar

Obrigado senhor porque és meu amigo
Porque sempre comigo tu estas a falar
No perfume das flores na harmonia das cores
E no mar que murmura o teu nome a rezar

Escondido tu estás, nos verdes das florestas
Nas aves em festa, no sol a brilhar
Na sombra que abriga, na brisa amiga
Na fonte que corre, ligeira a cantar

Te agradeço ainda porque na alegria,
ou na dor de cada dia eu posso te encontrar
Quando a dor me consome, murmuro teu nome
E mesmo sofrendo eu posso cantar.

Escondido tu estás, nos verdes das florestas
Nas aves em festa, no sol a brilhar
Na sombra que abriga, na brisa amiga
Na fonte que corre, ligeira a cantar...

Amém!

Nenhum comentário: