Superstição ou Fobia :: Uma coisa que me atormenta

Superstição é a crença sobre relações de causa e efeito. Um efeito de mau agouro, ou um efeito de proteção.Existem vários tipos de superstições: aquelas que evocam o azar e mau-olhado, as que evocam a sorte, as que anulam forças positivas ou negativas e ainda superstições que se têm em ocasiões especiais da nossa vida, como um simples medo de um número. Embora ter um medo de números pode parecer um conceito estranho para pensar, certo? Todo mundo tem seus próprios medos. Alguns temem o escuro, outros temem alturas e algum temem até superstições. Quem vai dizer se seus temores se justificam ou não? A maioria dos medos são, basicamente, em geral, como o medo de escuro. Muitas pessoas podem ter experimentado o medo da escuridão algum momento ou outro em suas vidas. Com a idade, a maioria desses medos passar ou aprendemos a exercer de modo que eles não necessariamente prejudicar nossas atividades diárias. O problema surge quando esses medos assumir a forma de fobias. Fobia é descrito como um intenso medo de alguma coisa.
Pode ser o medo de uma pessoa, a situação coisa, ou animal. Que existem fobias neste mundo, não equivale a fornecer qualquer informação nova, mas quando se lê a lista de fobias, pode ser um choque – Fobia do ar ou uma fobia de queixo pode ser encarado como algo bastante incrédulo. Mas para a pessoa que enfrenta o medo, ele não é brincadeira. Da mesma forma, ter medo de números pode parecer um conceito incompreensível para você, mas o fato é que ela existe. E existe mesmo pois esse medo de número é que me atormenta, tenho medo do número 24. Embora nunca encontrei o verdadeiro significado desse número a não ser o número do veado. Parece uma coisa estranha, mas esse número me persegue sempre e nem sempre ele é relativo à coisa positiva. Meu pai faleceu dia 24, minha bisavó também, e mais uma série de pessoas de meu antepassado, dia 24 eu completava 40 semanas de gestação quando eu estava gravida da minha filha, e ela nasceu de cesárea com 38 semanas e meia de gestação e foi dada a notícia que se eu tivesse esperado para  fazer parto normal ela não resistiria pois a mesma estava sentada em minha barriga com o cordão umbilical bem enrolado em seu pescoço; 24 era também o n° de chamada da minha classe; o dia tem 24 horas (ou seja 24 termina o dia, como se ela fosse a morte do dia); a metade de 24 é 12; 2012 foi dado como fim do mundo... etc e tals...  Não sei que seja superstição, paranoia ou fobia, só sei que só falar de 24 me da um mal pressentimento. E pra piorar meu medo nesse ano de 2012 eu faço 24 anos, e além do mais, estou postando esse post bem no dia 24.  Deixando o medo do número 24 de lado também tenho uma outra fobia: Aranhas!. Morro de medo de aranhas, seja ela pequenininha ou não... Quanto a superstições acredito em várias: figa pra da sorte, quebrar o espelho da azar, cruzar os dedos quando se fala uma mentira para eliminar coisas ruins... E você caro leitor/leitora, quais os medos, fobias e superstições você tem? A gente termina o post com uma lista de Superstições e Fobias:

Superstições:
Coceiras: Se a palma da mão direita coçar, é sinal que irá receber dinheiro. Se a palma da mão esquerda é que estiver coçando, uma visita desconhecida está para aparecer. Coceira na sola do pé significa viagem ao exterior.
Elefantes: Ter um elefante de enfeite, sobre um móvel qualquer, sempre com a tromba erguida mas de costas para a porta de entrada, evita a falta de dinheiro.
Orelha: Se sua orelha esquentar de repente, é porque alguém está falando mal de você. Nesses casos, vá dizendo o nome dos suspeitos até a orelha parar de arder. Para aumentar a eficiência do contra-ataque, morda o dedo mínimo da mão esquerda: o sujeito irá morder a própria língua.
Objetos perdidos: A maneira mais eficiente de encontrar algo que desapareceu é dar três pulinhos para São Longuinho.
Gatos: Na idade média, acreditava-se que os gatos pretos eram bruxas transformadas em animais. Por isso a tradição diz que cruzar com gato preto é azar na certa. Os místicos, no entanto, têm outra versão. Quando um gato preto entra em casa é sinal de dinheiro chegando. Acariciar um gato atrai boa sorte. Ter um gato em casa atrai fortuna. Se um gato dobrar as suas patas e se deitar sobre elas deixando-as escondidas é sinal que uma tempestade está por vir. Embora vários países tenham o gato preto como sinal de má sorte, não é uma regra. No Egito, por exemplo, todos os gatos são considerados sortudos e até mesmo sagrados. Nosso medo moderno por gatos pretos pode ter origem na Idade Média, quando acreditava-se que uma bruxa poderia assumir a forma de um gato preto.
Espelhos: Quem quebrar um espelho terá sete anos de azar. Ficar se admirando num espelho quebrado é ainda pior. Significa quebrar a própria alma. Ninguém deve se olhar também num espelho à luz da velas. Não permita ainda que outra pessoa se olhe no espelho ao mesmo tempo em que você.A crença de que você vai ter má sorte nos próximos sete anos, se quebrar um espelho, é atribuída aos romanos, que foram os pioneiros na criação de espelhos de vidro. Mas há muitas culturas, incluindo a grega, chinesa, africana e indiana, que acreditam que o espelho tinha o poder de confiscar parte da alma do usuário. Se o espelho fosse quebrado, a alma da pessoa iria ficar presa dentro dele.
Guarda-chuva: Dentro de casa, o guarda-chuva deve ficar sempre fechado. Segundo uma tradição, abri-lo dentro de casa traz infortúnios e problemas aos familiares. Segundo a superstição, a má sorte vai chover sobre você, se você abrir um guarda-chuva dentro de casa. Uma explicação vem da época em que guarda-chuvas eram usados como proteção contra o sol. Abrir dentro de casa, era considerado um insulto ao deus sol. Outra teoria: um guarda-chuva protege contra as tempestades da vida, assim, abrindo-o em sua casa, acaba insultando os espíritos guardiães, levando-os a deixá-la desprotegida.
Aranhas: Aranhas, grilos e lagartixas representam boa sorte para o lar. Matar uma aranha pode causar infelicidade no amor.
Brinde: Se o seu copo contiver algum tipo de bebida alcoólica, não brinde com ninguém cujo copo contenha bebida sem álcool. Vocês terão os seus desejos invertidos.
Vassoura: Colocar uma vassoura com o cabo para baixo atrás da porta faz as visitas indesejáveis irem embora logo. A vassoura deve ser guardada na posição vertical para evitar desgraças. Crianças que montarem em vassouras serão infelizes. Varrer a casa à noite expulsa a tranquilidade.
Número 13: O número 13 é tido ora como sinal de infortúnio, ora de bom agouro. Se uma sexta-feira cair no dia 13 de um mês é um mau sinal. Todo cuidado é pouco nesse dia. O número treze é tão temido que há lugares onde os prédios não possuem o décimo terceiro andar.
Escada: Passar por de baixo da escada pode trazer má sorte, mas quem já estiver azarento e passar embaixo da escada pode dizer adeus ao azar, pois ele é quebrado no mesmo instante. Por uma questão de segurança, faz sentido não passar por baixo de uma escada, mas a superstição desaconselha por outras razões. A escada aberta forma um triângulo, que simboliza a Santíssima Trindade, e entrar nela é um sinal de má sorte.
Cachorros: quando algum cachorro esta uivando deve-se colocar o pé direito corretamente em um calçado e virar o pé esquerdo e pisar em cima, então o cachorro para na hora.
Madeira: se você bater em um tronco de árvore oco três vezes o azar vai embora.
Mau-olhado (ou olho-gordo): característica creditada a algumas pessoas, consistindo na capacidade de fazer mal a alguém apenas submetendo-o ao seu olhar.
Fontes: Jogar uma moeda em uma fonte de água realiza um desejo que você tenha feito.
Trevos: achar um trevo-de-quatro-folhas tira todo o seu azar.A lenda diz que, quando Adão e Eva foram expulsos do Jardim do Éden, Eva levou um trevo de quatro folhas, como lembrança de seus dias no Paraíso.
Ferraduras: virar as duas pontas de uma ferradura para cima traz boa sorte.Existem várias teorias. Uma delas diz que as bruxas em vassouras tinham medo de cavalos. A ferradura na porta sempre as assustava.
Espirro: Se você espirrar algum dia é que alguém está falando de você.
Divisão da Calçada: Se caso você pisar em uma divisa da calçada,isso causará dores no corpo.
Sal: O lance do sal acontece quando você derrubar ele sem quere como por exemplo um Saleiro, para que evite o azar do sal,pegue um pouco do sal derramado e jogue pelo o ombro esquerdo. A crença diz que você deve atirar uma pitada de sal sobre o ombro esquerdo para livrar-se de má sorte. A lenda diz que o diabo está sempre de pé atrás de nós, assim que joga sal para trás, acerta seus olhos.
Pé-de-Coelho: Ele é uns dos amuletos da sorte,que pode ser utilizado em chaveiros.A superstição, nascida no século VII aC, dizia que o coelho era considerado um talismã. Seu pé (ou pata) traseiro foi a maneira mais fácil de se beneficiar da sorte do animal. Além disso, os chineses o consideram como um símbolo de prosperidade. Algumas culturas acreditam que o pé de coelho ajuda a promover a reprodução, aumentando as chances de engravidar.
Cruzar os dedos:É um sinal quase universal, mas há muitas teorias sobre sua origem. Uma delas conta que, quando o cristianismo era ilegal, cruzar os dedos era uma forma secreta para os cristãos reconhecerem uns aos outros. Outra é que, durante a Guerra dos Cem Anos, um arqueiro cruzava os dedos para rezar pela sorte, antes de atirar. Uma outra teoria, mais antiga ainda, conta que os dedos cruzados foram usados como um gesto para afastar as bruxas e outros espíritos malignos.

Fobias:
Lista de Fobia via wikipédia. Clique Aqui para acessar a lista.

Nenhum comentário: