Uma criança que pulsa em mim.

O tempo realmente passa tão rápido ultimamente, que mal observo como tudo vai mudando tão rápido de um dia pro outro. A minha filha já está engatinhando, procurando sempre alguma coisa para poder subir para conseguir ficar em pé. Daqui um pouco ela já estará correndo, pulando... E cada dia que se passa mas crescida ela estará... As vezes fico pensando nesse espirito criança que sempre pulsa dentro de mim. A vontade de jogar, de brincar com minha filha como uma simples amiga dela de infância, o apego á livros infantis e infanto juvenis.... Me pergunto sempre se realmente eu cresci, será que ser adulto é assim? Eu só sei que mudar ninguém consegue, que os deveres apenas mudam. Há mais responsabilidade, mais compreensão, mais entendimento... Mas sei lá, não sei se é só eu que sinto aquela criança pulsando dentro de mim a todo momento. Eu confesso que isso é uma coisa mágica, eu adoro me sentir criança, mas as vezes me preocupo com a minha imagem na cabeça das pessoas.
Coisa besta... sei lá por que sou assim. O fato disso tudo é que me permite sempre ter idéias criativas e uma mente bem imaginária e sonhadora. O chato disso tudo é notar outros amigos nos quais estão virando adultos secos, ignorante, sem nenhum senso de humor... Mas como eu disse: Não dá pra mudar ninguém, cada um é cada um... e essa criança que pulsa sempre dentro de mim, há de pulsar para sempre. E como disse Jesus: Venham a mim todas as crianças, pois elas são o reino do céu.

Vagalume

Lua cheia na estrada
Vagalume eu avistava
Em cada canto que eu olhava
Indo embora pra minha morada

Me tornei criança
Pra onde olhava
Vagalume, vagalume
Minha vida iluminava

Não queria que nunca acabasse
Que minha morada não chegasse
Pois com os vagalumes queria estar

Essa lembrança ficou guardada
Em um coração criança
Que o vagalume fez despertar

Luana Beatriz de Jesus ( Luh@)
Poesia feita na ida a chácara.
Marzagão- GO 2010

Um comentário:

Luiz Cezar Marinho disse...

Que a criança nunca deixe d epulsar dentro de nós. Pois é ela que nos faz sair dos padrões, buscar o que queremos, o que gostamos e o que somos felizes....
Que essas crianças nunca crescçam dentro de nós apesar das contas de banco e rotina corrida. Que consigamos transformar sempre um prédio cinza em um escorrega emocionante, pelo menos por alguns segundos. A vida deve ser bem vivida. Cuide-se!