Danera o mundo medieval => Cap. 1

Por lembrança á velhos tempos, em um jogo TIBIA, resolvi fazer essa historia para recordar e também lembrar de velhos amigos e aventuras!!! Caso um de vocês estiverem lendo isso, obrigado por tudo vocês te amo d++++++ ^^

Capitulo 1: A vitória de Thais

Em muitos e muitos anos atrás existiu umas terras, nessas terras haviam criaturas que tentavam acabar com a raça humana então os humanos tinham de lutar para poder sobreviver. Cerca de 95% da população andavam com armaduras, elmos, espadas, machados, clavas e arcos; os outros 5% eram feiticeiros, usavam a magia para se defender de grandes criaturas...
Essa historia começa quando o rei de Thaís(cidade à sudoeste) recebeu uma carta de ameaça do rei de Carlin(cidade à nordeste) na carta dizia a seguinte mensagem:
“Vossa majestade, se vossamece não me devolver a terra sagrada dos elfos serei obrigado a enviar-lhe meu exercito”.


A terra sagrada dos elfos era uma terra de muito valor, pois tinha a capacidade e o milagre de curar as pessoas doentes e realizar uns desejos, antes essa terra pertencia ao rei de Carlin depois de um bom acordo passou a pertencer ao rei de Thaís, agora por falta da terra o rei de Carlin a quer de volta.
-- Guardas, guardas – gritou o rei de Thaís após ler a carta – Avisem toda a cidade que Thaís corre perigo, Carlin quer guerra!
- Sim sua majestade avisarei – respondeu um dos guardas.
O exercito de Carlin estava escondido na montanha dos cyclops, onde eles conseguiram se aliar com eles pois o cyclops detestavam os moradores de Thais, e quando eles souberam q Carlin queria acabar com Thaís eles entraram juntos com o exercito indo em combate à guerra.
Enquanto isso no palácio foi dada a noticia que a filha do rei de Thaís desaparecera! O rei ficou ainda mais furioso:
- Stomão! Stomão!-gritava o rei
- estas me chamando majestade?- perguntou Stomão
- pedi q tu vigiasse lua atrikan, e vossamece me desobedeceu, onde esta minha filha? Melhor dizer antes q eu te condene...
-a...a...a...sua fi..filha, ca...calma sua majestade ela deve estar por aí escondida em algum lugar!
-Entao o q faz aí parado? Vai procurar minha filha ou vc esta torrado!
-Sim majestade, claro, já já eu estarei aqui com a Lua Atrikan - respondeu stomao aliviado
-Guardas,guardas- gritou novamente o rei- leve toda a população para Fibola, verifique se ache minha filha, e após levá-la a população fique de guarda Carlin atacará á noite!
-Sim sua majestade- respondeu uns dos guardas.
-Ah! Já havia me esquecendo,mande todos os homens de muitas habilidades ficarem para ajudar o exercito- falou o rei
-Claro sua majestade- respondeu o guarda.
Não muito longe de Thais acontece um encontro:
-Pronto cheguei -falou Lua Atrikan
-Finalmente – respondeu Kraplus
-Você demorou- falou Seal Hudson
-Você não sabe como foi difícil me livrar daquele Stomão e sair do castelo sem ser notada- Lua Atrikan explicou.
-Tá legal não temos tempo a perder, vamos logo no assunto vc trouxe as coisas?- perguntou Seal
-Sim! Cordas , runas e runas de cura- disse Lua Atrikan
-Ótimo respondeu Kraplus.
Esses jovens após ouvir a noticia que Carlin estava abrindo guerra com Thais, eles resolveram fazer uma armadilha para evitar q eles chegam á cidade.
Lua Atrikan era uma jovem princesa, seu pai à tinha colocado de castigo com o terrível guarda costa chamado Stomão, por que seu pai a pegou beijando um nobre rapaz chamado Seal Hudson, ela não gostava de riquezas, não se importava com príncipes, ela apenas buscava amor e encontrou esse amor no Seal, ainda fora do castelo ela tinha outra amizade que também seu pai não permitia era com um menino chamado Kraplus, ele era amigo dos dois um menino confiável e de muita coragem.
Na cidade de Thais toda a população foi enviada à Fibola(cidade vizinha de Thais) os guardas estavam vigiando todas as partes quando um guarda em cima da torre olhando num telescópio gritou:
-Exercito de Carlin à vista! Eles estão com os cyclops juntos!
Após essa informação, enfureceu ainda mais o rei e deixou muitos homens com medo...
-Espere, espere estou vendo pessoas à frente querendo enfrentar o exercito de Carlin- disse o guarda sem tirar o olho do telescópio!
-Deixe me ver- disse o outro guarda tomando-lhe o telescópio!
Enquanto os guardas lutavam para pegar o telescópio para ver o q é q estava acontecendo, os jovens haviam entrado na frente do exercito.
-Pare, pare- gritou os três juntos
-Óho! -exclamou o líder do exercito- o q três crianças estão fazendo fora da cidade? Estão perdidos é isso?
-Não, não somos crianças! Estamos aqui para falar que a terra dos elfos não pertence mais a você, desista dessa guerra deixe Thais em paz ou teremos de lutar!- disse Lua Atrikan com muita raiva
-Olhem pessoal que princesinha mais idônea!-disse o líder
-Minha palavra é seria, se vossamecê avançar mais algumas léguas daí terei de usar o meu plano!-avisou Lua Atrikan
-Veremos! Jamais terei medo e seguirei um conselho de umas criancinhas como vocês. O q estão esperando homens? Atacar! Não quero mais perder tempo com crianças!-disse o líder
-Lu, Lu vem logo pra trás da moita- chamou Seal.
Os três esconderam atrás da moita e quando o exercito alcançou a área marcada pela armadilha Seal e Kraplus puxaram a corda e Lua Atrican jogou runas de poderes de fogo, metade do exercito de carlin estava morto!
-Viva, viva conseguimos!- exclamou Lua Atrikan
-Eu bem q disse que ia dar certo não disse?- disse Seal
-Seu plano foi inteligente mano- disse Kraplus apertanho a mão.
Nesse momento em Thais todos comentavam o grande mistério que estava acontecendo em 3 milhas da cidade.
-Poxa! Quem será que defenderia Thais alem de nós?- perguntou um dos guardas.
Os jovens estavam muitos alegres pois o plano havia ocorrido tudo como o planejado só q quem não gostou foi o líder do exercito:
-Merda! Que decepiçao, metade do exercito foram derrotados por umas crianças, que tipos de homens vocês são? Seus covardes inúteis! Lutem! Avancem ruma á Thais!
O exercito de carlin foram correndo para Thais onde todos estavam preparados, e como o exercito de carlin estava pela metade, Thais levou a vitória!
O líder mais decepcionado ainda com a grande derrota, ao ver as crianças ao longe comemorando a vitória, pensou bem rápido e teve uma idéia de seqüestrar a princesa, assim eles poderiam entrar em um bom acordo.
-Seal eu gosto tanto de você- disse Lua
-Eeu também, acho q eu nunca gostei de alguém assim!- disse Seal
-É o amor, lá vem os dois pombinhos- atentou Kraplus.
Enquanto eles conversavam o líder Kaioh do exercito de Carlin se aproximava cautelosamente, a conversa e o namoro estava tão bom que nenhum ouviu o rangido do cavalo se aproximando.
No momento em q Seal pulou em cima de Kraplus para fazê-lo parar de atentar o namoro, Lua Atrikan gritou:
-AaaaaaaaaaAaaaaaaaaaAaaaaaaaaaaaAaaaaaaa....
-Agora a princesa é minha! Mushuahuahua- disse o líder Kaoih
-Lu, NAOOOOOOO! Solte ela!-disse Seal
Seal tentou liberta-la mais ele acabou sendo ferido por uma faca de caça enfiada em sua barriga que caiu desmaiado.
-NAAAAOOOOOOOO!- gritou Lua
-Hahaha- riu o líder- vocês pensa que são valentes o suficiente?
Líder Kaioh, após ferir Seal, virou seu cavalo e foi para Carlin levado consigo a princesa.
Kraplus estava desesperado ao ver Seal caído, e Lua sido raptada... pela sua sorte Lua Atrican havia trazido runas de cura dentro da mochila,isso fez em q Kraplus curasse Seal, este acordou chamando sua amada e bem fraco.
-Vamos, temos q voltar para Thais e avisar o rei o ocorrido, se apóie em mim-disse Kraplus
Ao chegarem em Thais os guardas vieram e após souberam que eram eles que mataram a metade do exercito deram os parabéns aos heróis, mas infelismente ele nem estavam ligando para a alegria do plano vitorioso.
-Onde está vossa magestade? Eu presiso falar com vossa magestade- disse Kraplus com seal pelos ombros
-O q pretende falar comigo nobre rapaz?
-É sobre a sua filha Lua Atrikan! Nós combatemos a metade do exercito mais ela foi rapitada pelo líder! – respondeu Kraplus
-Ah! Então foi vocês o herói misterioso q defendeu Thais? Estou impressionado! Quantas vezes já disse para vocês manter distancia de minha filha! Você está com sorte hoje rapaz, se não fosse pela sua coragem e pela sua vitória de defender Thais eu te condenaria.
Seal e Kraplus foram para suas casas, o rei havia mandado os dois comparecerem no castelo em uma semana, ninguém sabia o que o rei queria ainda.
Após os dois jovens ter saído do castelo o rei deu ordem para os guardas ir salvar Lua Atrikan.

3 comentários:

Anonymous disse...

Mto bom esse primero cap
me lembrei de mta coisa q aconteceu e boas lembranças
os personagens se parecem muito como eles eram mesmo
gostei
Kraplus - pedro

Anonymous disse...

Luuuu
Num demora mais pra escreveeeeeeee
pq agora to curioso com a historia ¬¬

bjoo luu
Potro xD

Anonymous disse...

Ouuuuu
quando eu vou entrar
ahuahauhau
bem lgl ahuah
xD
Marcos-Alca eleno